skip to Main Content
Siga-nos na rede social:
Aprenda Os Fundamentos De Como Abrir Um Escritório De Arquitetura

Aprenda os fundamentos de como abrir um escritório de arquitetura

Saber como abrir um escritório de arquitetura é uma ótima oportunidade para arquitetos com espírito empreendedor que desejam se tornar empresários de sucesso!

Possuir o próprio empreendimento é o sonho de muitos arquitetos. A sensação de ser o seu próprio chefe e determinar as metas, os valores e missão do seu negócio é um idéia bastante interessante, em termos de autonomia e rentabilidade. No entanto, ainda assim muitos arquitetos empreendedores possuem dúvidas de como alcançar este objetivo tão almejado.

Foi pensando nisso que preparamos um mini-guia com os fundamentos de como abrir um escritório de arquitetura, para ser o seu aliado nessa jornada de sucesso.

Confira!

  1. Avalie e analise a proposta de negócio do escritório de arquitetura

O arquiteto que deseja abrir o seu escritório deve possuir a perspectiva de um empresário. Isso quer dizer que você deve ter completa ciência do tipo de empreendimento que deseja dar início, assim como o perfil de empreendedor que pretende adotar. Para isso, um planejamento estratégico se faz essencial, pois através dele é possível definir os pontos fortes e os pontos fracos do seu projeto, além de avaliar as condições das empresas, sendo elas internas e externas.

Tendo como base estes pontos é possível traçar suas metas e objetivos, entretanto, para que isso ocorra  com o máximo de efetividade, o arquiteto deve abordar alguns pontos específicos, como:

  • O ramo da atividade a ser exercida;
  • Os costumes e a percepção dos seus consumidores locais;
  • O posicionamento, bem como a estratégia utilizada pelos seus concorrentes diretos e indiretos;
  • O público-alvo desejado;
  • O orçamento disponível para o investimento.

Após a elaboração do seu plano de negócio, agora está na hora de saber o quanto você terá que desembolsar para abrir um escritório de arquitetura.

  1. Saiba o quanto você investir para  abrir um escritório de arquitetura

Particularmente, os estados brasileiros possuem uma tabela de serviços com os preços baseados na burocracia de se abrir uma empresa. Os custos a serem avaliados para a abrir um escritório de arquitetura são: o registro na junta comercial e em cartório, fora os custos com a emissão das licenças e alvarás.

Além da “papelada”, são levados em consideração os impostos que variam conforme o regime tributário adotado pelo escritório – abordaremos melhor este assunto adiante.

Entretanto, é importante considerar os custos com a manutenção do escritório, tais como: materiais, aluguel do imóvel, conta de água entre outros. O custo com contratações de colaboradores os profissionais especializados em setores essenciais à abertura do seu negócio (contador e advogado) é crucial e deve ser considerado em seu planejamento.

  1. Escolha o melhor regime tributário e modalidade societária para o seu escritório de arquitetura

As modalidade societárias mais conhecidas e utilizadas para pequenas e médias empresas são: EI – Empresário Individual, EIRELI – Empresa Individual de Responsabilidade Limitada, Sociedade Limitada e Sociedade Simples.

O regime tributário é o que delimita a relação da empresa com a Receita Federal. Sua escolha é extremamente importante para planejamento tributário do empreendimento, para isso, é necessária uma análise tributária minuciosa, o que garante uma menor incidência de impostos sobre o seu negócio. Os regimes mais comuns são: o Lucro Presumido, o Lucro Real e o Simples Nacional.

  1. Hora de formalizar o seu escritório

Formalizar o seu escritório de arquitetura, significa adequar-se à legislação e este é o momento mais burocrático do processo de abertura do seu empreendimento. Você deverá consultar a Prefeitura do município em que o escritório se encontra, bem como a Junta Comercial do Estado para que possam ser obtidas informações mais específicas sobre o processo de abertura.

Resumindo, os fundamentos de como abrir um escritório de arquitetura consistem em:

 

  • Realizar o registro do contrato social da pessoa jurídica na Junta Comercial ou no  Cartório Estado;
  • A obtenção do CNPJ e o NIRE – Número de Identificação do Registro de Empresa;
  • A obtenção de inscrições e licenças nos órgãos de classe e regulação;
  • A obtenção do alvará de funcionamento;
  • A realização do cadastro na Previdência Social;
  • A obtenção da autorização para emissão de notas fiscais.

 

Contudo, o conjunto de etapas necessárias para abrir um escritório de arquitetura possui singularidades que podem dificultar a operação do empreendimento. Por isso, a presença de um profissional habilitado e capacitado neste momento é de extrema importância.

Bom se ainda houverem dúvidas sobre a abertura do escritório de arquitetura, entre em contato conosco!

Conte com quem entende, conte com a Contar Digital!

 

Sucesso e até logo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top